Home A Freguesia História Igreja Paroquial de Gemeses

Calendário

<<  Setembro 2017  >>
 D  S  T  Q  Q  S  S 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Meteorologia

Igreja Paroquial de Gemeses

A Igreja Paroquial de Gemeses, segundo tradição não se situava no local da actual, mas sim a Poente da actual, ficando no lugar da antiga, um cruzeiro (que agora já não existe), quando foi transferida, mas a data é indeterminada.

Dizem que foi por ameaçar ruir, as paredes estarem tortas, ser uma construção antiga e pequena para as necessidades do culto. Foi resolvido construí-la de novo, no adro da igreja velha, distanciada desta apenas por alguns palmos. A sua primeira pedra foi benzida em 5 de Julho de 1736 e mais tarde em 1742 foi feita a capela-mor, tendo a obra corrido a custo do abade Dr. António Pires.

Nela se tem feito várias obras posteriormente. Os tectos da capela-mor são em estuque e o altar em talha moderna. No sanefão do arco cruzeiro tem gravada a seguinte inscrição - "O ABADQ ANT. J. CERQ4. OFERECEU - 1889".

Os tectos do corpo da igreja são de madeira em caixotões a imitar os antigos que eram da mesma forma, mas pintados e dourados.

Os dois altares laterais, junto ao arco cruzeiro são antigos e os outros mais abaixo são modernos.

O baptistério é moderno, o primitivo desapareceu e dizem que está enterrado num campo perto da igreja.

Na antiga igreja foi instituído o sacramento em 1693, tendo sido recusada essa licença antes por a igreja estar em sítio tão despovoado.

A sua arquitectura é moderna e simples, na fachada, por cima de uma janela que dá luz ao coro, está a imagem em pedra do padroeiro, do lado esquerdo está erguida a torre dos sinos e pela parte de trás ficam as sacristias. Perto da igreja, tendo o adro como divisória, está a antiga residência paroquial. O cemitério é pouco distante da igreja e tem sobre o portão a data de 1886 e ao poente deste está o cruzeiro paroquial, simples, sem data e inscrição.

IGREJA PAROQUIAL DE GEMESES: Apesar das obras de beneficiação, a igreja paroquial de Gemeses, de invocação a São Miguel, é uma obra que, genericamente, data de 1736, com a capela-mor a ser construída, somente, em 1742 a expensas do Dr. António Pires. No entanto a sua ancestralidade românica está atestada pelo aparecimento de um remate de empena, em forma de touro, onde estava cravada a cruz, pela pia de cariz românico (guardada na capela da Sra. Do Lago) e pelo túmulo monolítico (guardado no lugar da Quinta).

O actual templo, com fachada voltada a oeste, tem planta rectangular com uma torra sineira e uma sacristia adossadas ao alçado sul.

A fachada ostenta um frontão triangular sobre a porta principal e um óculo polilobado.

É uma fachada que culmina com um frontão interrompido e contracurvado no qual se insere um nicho que abriga a imagem, em pedra, de São Miguel. Uma cruz trilobada completa a decoração da fachada, flanqueada por pináculos assentes sobre os ângulos do edifício. A torre sineira, abriga quatro sinos e exibe quatro gárgulas nos seus ângulos. A sacristia tem adossada á parede das traseiras, a meio corpo, uma pedra que serviria de bica de água semelhante á que está na capela de Nossa Senhora do Lago.